26 de junho de 2013

há sempre mais

Agora que penso nisso, as pessoas devem achar que eu tenho cara de parteira ou de conselheira pré natal ou qualquer merda do género. Já tive umas 4 ou 5 amigas que, nem sendo propriamente muito chegadas a mim, me vieram dizer que achavam que estavam grávidas como se eu tivesse estado já umas oito vezes prenha e percebesse alguma coisa do assunto. 

E eu, que grávida só se for do espírito santo, lá ficava a ouvi-las relatar toda a sintomatologia que tanto podia ser de uma gravidez quanto de prisão de ventre, a dizer-lhes que não se preocupassem, que se o pai da criança fugisse para o zimbabué e elas fossem mães solteiras, eu ficava a segurar-lhes a mãozinha durante o parto para poder ver o monstrinho com cara de joelho, ainda por cima ensanguentado, assim que ele saísse da toca. E depois ia ser a tia querida e aparecer aos domingos com um bolinho da dancake comprado numa bomba de gasolina.

Portanto, pessoas, se por acaso acharem que estão no estado oh-deus-comi-o-que-não-devia-e-vou-ter-a-barriga-cheia-por-nove-meses, não hesitem em deixar o vosso comentário porque a mambo-patrícia é perita no assunto, capaz de realizar macumbas impossíveis e fazer o puto nascer já apto para ir trabalhar para as obras. E então vós, queridas mamãs, não terão de trabalhar. 


Se não for stripper, vou ser isto.

3 comentários:

Mel Pereira disse...

O que eu me rio contigo, tu és demais. xD

Flor disse...

Muito bom xddd

somaijum disse...

Tens cara de mãe de santo. xD