11/04/16

não sejam esse peido

Imaginem isto: vocês peidam-se. Não importa se foi uma bufita ou um peido a sério, o ferrari dos peidos, um peido que não deixa margem para dúvidas: vocês peidam-se e cheira mesmo mal. Vocês não gostam de cheirar mal e também não gostam que as pessoas percebam que vocês são absolutamente normais e se peidam. 

Então, vocês tentam fugir do cheiro. Andam, andam, andam. Esbracejam, entoam cânticos de adeus-ao-peido-que-me-vou, saltitam, rabeiam, e andam, andam, andam. Mas o cheiro não desaparece: não, cheiro a peido é um cheiro de raça, com pedigree. Por mais que fujam, por mais que se mostrem desagradados, o cheiro persegue-vos para todo o lado.

E há pessoas que são exatamente isto: um peido. Mas notem que não é um peido de alívio, um peido confortável e feliz: um peido extremamente indesejável.

1 comentário:

peidorrento disse...

É o chamado peido com íman. Vai atrás até ao fim do mundo. lol