02/07/17

bring the old times back

Quando vejo festas de aniversário temáticas para os putos, uma parte de mim morre e a outra quer suicidar-se: sou do tempo em que as festinhas de anos eram à volta de uma mesa cheia de bolos, sandes de queijo e fiambre em pão de forma cortado ao meio, perninhas de frango e mousse de chocolate. Jogavam às escondidas, à apanhada, ao quarto escuro, à mamã dá licença - corríamos na rua e fodámos os joelhos no alcatrão. E isso era fixe.

Agora não há festas para os meninos sem que se pense numa personagem qualquer, sem palhaços, balões de hélio e insufláveis. A comida é uma mistura de gourmet com labrego, porque não há como negar as origens, mas pelo menos há sereias engarrafadas espalhadas pela mesa e passeios de pónei pelo jardim. Carinhas pintadas. Bolos tão elaborados que dá pena comer. Fogo de artifício, música ambiente, after party. 

Elucidem-me: isto é para os putos ou uma competição de mãezinhas raivosas?

4 comentários:

Agridoce disse...

Sem dúvida, competição de mães. O que me preocupa é saber se, quando chegar a minha hora, serei forte o suficiente para resistir a essa pressão atroz... (provavelmente, sim, porque me faz tudo imensa confusão mas... nunca se sabe!)

Clementina disse...

Também já pensei e comentei com amigas (com e sem filhos) acerca do assunto.
No primeiro ano é a mega festa, no segundo maior ainda, no terceiro a festa já será enorme e por aí vai...
Por um lado compreendo que as mães queiram deixar os putos felizes e contentes, por outro, depois não me espanta se houver birras intermináveis pois cria-se uma expectativa na criança.
E sim, no fundo, é também uma competição (desnecessária) entre pais.
Os putos são pequenos troféus?

Joana disse...

"...bolos, sandes de queijo e fiambre em pão de forma cortado ao meio, perninhas de frango e mousse de chocolate". É mesmo isso mas, no meu caso, gelatina em vez de mousse de chocolate. E era óptimo!

Acima de tudo, não entendo estas coisas em tempo de "crise", porque custam fortunas. De onde vem o dinheiro?

JG Serra disse...

A segunda hipótese parece a mais lógica. xD