13/03/16

toca e foge

Costumo dizer, em tom de brincadeira, que os meus pais se esqueceram de me dizer que eu tenho um atraso mental - mas há momentos em que eu não estou bem a brincar sobre isso.

Há um mocinho bonito num dos supermercados onde costumo ir - não, não é a última bolacha do pacote mas, por qualquer motivo, eu acho sempre piada aos gajos que parecem só estranhos para a maioria das gajas; nerdzinhos, tipos com um ar esquisito, a típica cara de larguei-o-biberon-há-cinco-minutos. Criaturas estranhas, com eu.

Não sei o nome dele; passo por lá porque uma pessoa precisa de alegrar as vistas de vez em quando. Ontem tive a sorte de o apanhar exatamente no corredor onde precisava de ir - e isto foi realmente um ato de bondade por parte daquele deus que não me curte, porque foi a terceira vez que passei num supermercado para comprar a mesma coisa e estava sempre a esquecer-me -, e fui, confiante.

Estava a brincar - tremeram-me as mãos porque fico sempre a achar que o moço vai reparar que lhe acho piada e, com ele a olhar para mim, estava difícil focar-me na prateleira para onde me dirigia; sabem aquela gente desastrada que fode sempre tudo? Encravei o cesto das compras, não sei bem como, e fiquei a amaldiçoar-me mentalmente por conseguir ser tão retardada enquanto tentava soltar o dito.

Fui-me embora o quanto antes. E depois lembrei-me de que tinha de lá voltar porque aquele também era o corredor da gelatina; eu não precisava de gelatina, mas precisava de enfrentar as minhas paranóias e, então, fui na mesma. Foi deus, mais uma vez: uma cliente armou-se em parva com o rapaz e ele olhou para mim, não sei se a pedir socorro ou se por pensar que eu podia concordar cm a velha; sorri-lhe, ao mesmo tempo que me lembrava das três oreos que tinha comido antes de entrar e que, provavelmente, estava a exibir-lhe uma fileira de dentes pretos. 

E é isto que passa pela cabeça de uma gaja durante uma sessão de semi-flirt.

4 comentários:

esperto que nem um alho disse...

Agora deu-te para assediares repositores de stock?
Confirma antes se o rapazito tem, pelo menos, mais de 18 anos. ahahah

Estudante disse...

Quase uma comédia romântica :P

D. disse...

Ahahah eu acho que isso bem que poderia ser o primeiro episódio de toda uma história de amor ;p

D. disse...

Ahahah eu acho que isso bem que poderia ser o primeiro episódio de toda uma história de amor ;p