18/03/17

what a crazy friday night, yay

Há muitos tipos de doentes, mas o que mais me dá cabo da paciência é aquele que tenta ser tão prestável que acaba por ser ainda pior do que os outros todos juntos. Aquele tipo que toca na campainha 29829 vezes durante a noite por nenhuma razão aparentemente urgente, pede desculpa de cada vez que o faz e, já de manhã, diz:

- ai, a menina está com um ar tão cansado! não conseguiu descansar mesmo nada, pois não?


Como se a senhora não tivesse feito questão de garantir que eu não teria tempo sequer para pensar em tal coisa.

1 comentário:

no one disse...

Eheheh, as melgas não te deixam dormir em serviço. xD