21/08/15

shame on me.

Nunca pensei que algum dia seria capaz de deixar o cinderela ao abandono - de cada vez que aqui venho, até me dá uma pontada por ter conseguido tornar o meu blog em algo tão vazio, tão impessoal, que me dá vontade de o apagar e começar de novo.

Mas não apago - aprendi-o com o passar dos anos. O cinderela é quase como aquela peça de roupa que está velha, esburacada e já nem nos fica tão bem quanto antes mas, ainda assim, foi a nossa favorita durante tanto tempo que nem nos conseguimos desfazer dela.

E, volta e meia, arranjamos uma forma de a levar à rua, apesar de tudo.
Eu volto. Seja quando for, mas prometo que volto.

Sem comentários: