20/10/15

só para que saibam

Uma parte de mim está com desejos homicidas em relação ao cinderela - apetece-me um recomeço, apetece-me apagar capítulos da minha vida, apetece-me um blog que me acompanhe mais de perto sem a sombra de saber que este blog é mais movimentado do que uma casa de putas e que é demasiado conhecido por pessoas que me conhecem na realidade. Uma parte de mim até já arranjou um nome giro para o blog que ainda não criou.

A outra parte de mim não tem paciência para começar do zero outra vez, não está com vontade de esperar que o blog cresça e sabe que não tem, presentemente, metade da disponibilidade que tinha no início do cinderela e sem a qual o antro nunca poderia ter crescido. E essa mesma parte sabe que, bem lá no fundo, eu continuo a não me importar muito com o facto de saberem quem eu sou nem tão pouco faço questão de me privar de escrever seja o que for, ainda assim. Bem como sei que o cinderela continua a ser a minha casa por estas bandas.

Não garanto nada e sou instável o suficiente para mudar de ideias já a seguir - se tentarem entrar e não conseguirem, esperem. Eu nunca vou estar longe.

Sem comentários: