10/01/16

euresistoeuresistoeuresisto

Estou vagamente consciente de que, se não adormecer nos próximos minutos, vou esfaquear o meu orgulho outra vez e acabar por ligar-lhe. Não queremos que isso aconteça - eu e o meu orgulho, que nunca vence quando jogamos contra o moço. Hoje ele vai vencer. Ou ia, se eu adormecesse.

Mas não tenho sono nenhum.

Sem comentários: