21/07/16

de cada vez que me lembro de que destruí tudo com o moço giro e fofo e futuro candidato a meu noivo e pai dos meus filhos





Vou só ali bater com a cabeça na parede até ter a certeza de que não me esqueço de que não posso continuar a cometer os mesmos erros se não quero que o resultado seja, invariavelmente, o mesmo.

[mas foda-se, este não. deuses dos gajos gostosos, das moças necessitadas de gente boa na vida, dos dias mais felizes, dos casos desesperados, das lontras obesas com necessidades especiais, tenham lá piedade de mim! eu sou boa pessoa às vezes. a sério.
e tomo banho todos os dias, lavo os dentes e sei cozinhar. vá. mandem lá o moço dar-me uma oportunidade de mostrar que sou melhor do que isto. eu mereço, pá!]

2 comentários:

Joana disse...

Há atitudes que são difíceis de mudar mas o mais importante é termos noção dos nossos "padrões" de comportamento e dos nossos erros...

Sarah in Wonderland disse...

Se calhar não tinha que ser. Já tive várias situações na minha vida, que me levam a pensar nesse sentido.
Se calhar estás destinada a outra pessoa. :)