29/07/16

reflexões de sexta à noite

Não sei se o mais triste é existir uma música chamada gasosa, ou se o mais deprimente é uma pessoa ficar com ela no ouvido o dia inteiro.

2 comentários:

homem do leme disse...

O mais giro era ficares com a gasosa nos intestinos. Agora que temos aí o "meu querido mês de agosto", tinhas emprego garantido nas festas das aldeias, como fogueteira. ahahahah

C.N. Gil disse...

Existe uma música chamada gasosa?

a letra deve ser interessante...

:)