17/12/16

disseram-me ontem

pareces uma gatita de rua. és arisca, foges das pessoas.
Ri-me: achei piada à comparação, talvez demasiado certeira para que eu devesse achar-lhe piada mas, ainda assim, ontem senti que talvez já não fosse bem verdade. Talvez tivesse perdido o medo, ganho confiança. Talvez estivesse, finalmente, segura de alguma coisa.

Hoje não: insegura outra vez, com a vontade de fugir habitual. Não houve espaço para dúvidas mas houve tempo para o medo se instalar outra vez. Gatita de rua, arisca - não me deixes fugir desta vez.

1 comentário:

Zé do Pipo disse...

As gatitas tâm o janeiro à porta e "janeiro" para os gatos e as gatitas, costumam ser de encher a barriga (literalmente lol).