21/12/16

it was meant to be

Não sei se será uma espécie de espírito natalício a apoderar-se de mim ou uma tpm alargada mas descobri há pouco que um moço que eu considero particularmente querido anda com uma mocita com quem me cruzei no hospital e que, apesar do pouco contacto que tive com ela, me pareceu de uma doçura similar à dele. E, de repente, o mundo faz sentido outra vez e eu derreto um bocadinho por dentro.

Uma boa miúda que não encontrou um cabrão qualquer. Um bom rapaz que não anda com uma putita. Tão raro, tão bom.


Sem comentários: