23/11/13

mensagens que não vou enviar

És um quebra cabeças impossível de resolver. Eu juro que tento não pensar mais nisto, mas durante todo este tempo, nunca consegui deixar de me questionar o que te passaria na cabeça. Porquê? Porque é que nunca me respondeste? Sou assim tão indiferente que nem para gozar te tenhas dado ao trabalho de responder? Preferia um trilião de vezes que me tivesses mandado à merda. Qualquer coisa teria sido bem vinda - menos a ausência de resposta.

Sem comentários: