23/07/14

verdade seja dita

Não encontro nenhum motivo para estar a fazer exatamente o contrário daquilo que quero, a não ser o orgulho - e eu nunca gostei de me contrariar, sempre gostei de me dar ao luxo de fazer o que me apetece, mas desta vez sei que tenho de mandar o gajo com o caralho e segurar-me o suficiente para não ir com ele. Uma pessoa acaba por se cansar.

Sem comentários: