10/11/16

portugueses portuguesíssimos

Um dia eu vou entender o que é que passa pela cabeça daquele bando de gente desocupada que, nos casos mais mediáticos, se mete à porta dos tribunais só para ver passar os arguidos e ter aqueles 30 segundos de ferocidade a gritar:

- gatuuuuno!
- ladrãaaaao!
- filho da puta!

Aliás, vai-se a ver e alguns até estão só a gritar coisas tipo:

- arroz com feijãaaao!
- cotonetes!
- diiiiiiiildo!

O que importa é fazer barulho.

3 comentários:

Patrícia S. disse...

E quando vai um cigano a tribunal e se juntam todos (típico deles) à porta aos gritos?

Zé do Pipo disse...

Também me faz confusão. Até pelas "certezas" que o pessoal tem e que mais tarde se verifica que era tudo ao contrário.
Mal por mal, mais vale andar atrás do Marcelo a tirar selfies. eheheheh

R: Não estou com ideias de mudar ou encerrar o blog. Só ando um bocado desnorteado... esta semana recebia a notícia de que um amigo foi operado a um cancro no estômago e as coisas não estão a correr muito bem. Acho que é isso que me tem tirado a motivação. De repente um gajo vê todos "a irem embora" e começa a deitar contas à vida. Mas eu volto. :/

ernesto disse...

Cabrão! Sempre a rondar.
As melhoras para o teu amigo :(