19/06/16

sobre as boas pessoas

Um vendedor de livros, numa feira de velharias, vendia livros a 1€ cada. Peguei em dois: o fogo e as cinzas e o homem que era 5º feira. Remexi na carteira, para pagar - só tinha 1€ em moedas, teria de de pagar com uma nota de 10€.

- não tenho troco, menina. paga para o mês que vem.

Recusei por saber que nunca mais me lembraria. Ofereci-me para deixar um livro e procurá-lo de novo noutra altura. Talvez no mês que vem.

- fazemos assim: leva os dois por um euro.

Por um euro, trouxe dois livros e um sorriso: um livro de um euro pode não parecer grande coisa mas, se a intenção não fosse vendê-los a troco de dinheiro, o homem certamente os distribuiria por aí. E ainda há boas pessoas.

2 comentários:

homem do leme disse...

Manuel da Fonseca, um alentejano do neorrealismo, que contava, como ninguém, histórias do povo e da vida no Alentejo.
O Fogo e as Cinzas por 1€... eu voltava lá à procura do homem, para lhe pagar. :)

ernesto disse...

O homem foi mesmo simpático! Se fosse outro, não me teria deixado trazer o livro :)