03/05/15

o dia em que as crias lambem as progenitoras

Não há nada de errado em haver um dia da mãe, um dia do pai, um dia do gato, um dia do peido. O que está errado é as respetivas crias só se lembrarem de que amam muito os progenitores nos dias que lhes são destinados - e hoje é outro desses dias de reflexão profunda, de ai que a mamã é a mais linda, a mais poderosa, a mais importante, a melhor do mundo e ai que eu sou tão má cria.

Que a minha mãe é melhor do que as vossas eu não duvido - mas, porra, é-o todos os dias, não é só hoje.
Levem lá o beijinho à mãe e nem digam que vão daqui.

Sem comentários: