13/05/15

vou para o inferno, sei.

Se eu fosse a nossa senhora de fátima ia ficar sentida.
Quer dizer, isto é como fazer anos no natal: a tipa a pensar que tinha o dia reservado para ela, que hoje ninguém se ia esquecer de que ela apareceu cheia de glitter na cova de iria, e os putos inventaram uma cena escandalosa para não se falar de outra coisa o dia todo em tudo quanto é lado.

Há limites. Se queriam andar à pancadaria e mostrar ao mundo, escolhiam outro dia. Assim a senhora chateia-se.

Sem comentários: