28/05/13

dramas absolutamente fúteis

Estava farta de me queixar que já nem podia ver o brinco com que furei a orelha, porque não combinava com nada e o caraças. Ora, no sábado constatei que o furo cicatrizou e posso, finalmente, meter o brinco que quiser.

Isto podia ser bom, não fosse eu ter-me dado conta de que os meus brincos são todos demasiado grandes para ficarem bem dois numa orelha. Ou seja, para que a porra do furo não feche, logo agora que já deixou de doer, vou mesmo ter de continuar a usar a porcaria do brinco. 

O interesse disto é enorme, bem sei, mas amuei e apeteceu-me partilhar.

Sem comentários: