30/10/13

dos contrastes

Uma amiga minha disse-me ontem que imaginava que o meu quarto estivesse pintado de preto, cheio de caveiras e outros tantos objetos bizarros. Não sei se ela estava a falar a sério, mas a verdade é que, contra todas as expectativas, o meu quarto tem uma parede cor de rosa, flores e borboletas coladas nas paredes. E digo mais: gosto muito dele assim.

Nem sempre sou o alfredo ernesto sombrio e com gostos estranhos. Lidem com isso.

Sem comentários: