30/10/13

o bom, o mítico

Aqui temos o mítico azeiteiro da escola. É preciso que se dê mérito ao rapaz, porque entre tanto azeite, é realmente difícil ser-se o rei. Mas acho que sim, acho que ele consegue.

E eu no fundo, sou uma mocinha cheia de coragem. Só não carreguei no enter porque a tecla encravou, não é que eu considere possível que o gajo me esventrasse amanhã ou assim. Eu sou forte, não tenho medo.

Sem comentários: