29/10/13

o pior é que é mesmo sem querer.

Ainda não percebi ao certo porquê, mas cheira-me que as fotos dos cartões eletrónicos da escola foram escolhidas por alguém que foi rejeitado pelos pais, ou que sofreu de bullying, ou então tem só o pior sentido de humor à face da terra, mas conseguiu transformar cada utilização do dito num momento de humilhação pública.

E falo por mim - sou o trambolho que já se sabe com tendência a ficar ainda pior em fotos - quase perco a vontade de comer só para não ter de exibir a fronha no bar. Okay, não, mas a foto está mesmo má. Pareço ter sido degolada, e quase que só se vê cabelo, além de que a foto deve ser do 9º ano. Linda que só eu.

O meu problema é ser muito pouco discreta e um tanto ou quanto distraída. Como ontem. De cu encostado à máquina, a falar ao telemóvel, observo uma miúdita a carregar o cartão, mesmo ao meu lado. Claro que eu sou muito querida e fofa, e pareceu-me por bem comentar com a bicha com quem estava ao telefone: foda-se, não sei quem escolheu aquelas fotos dos cartões, mas estão todas horríveis! credo, que medo, ali, com a criaturinha a ouvir. 

É mais ou menos por isto que eu não tenho amigos. E é igualmente por isto que eu ainda acho que, mais dia menos dia, esta gentinha se junta toda para me arrancar os rins a sangue frio. Mas está tudo bem, eu sou forte. Eu aguento.

Sem comentários: