09/06/14

almost a love story

Começo a entrar em desespero. Juro que nunca senti isto antes - não consigo parar de pensar nele. Desde que acordo até que me deito e, no intervalo, ainda sonho com ele todas as noites. Todas. 

Acordo sempre aflita e com uma sensação de impotência enorme. Parece que nada do que eu possa fazer é suficiente e acabo a chorar por isso e por mil e uma outras coisas que me assomam à mente nessas alturas. Não sei mais o que fazer; por mim, resolvia isto de uma vez por todas. Marcava o encontro para amanhã e depois ia à minha vidinha, desse no que desse. Mas dizem-me que ainda há tempo e que tenho de o aproveitar. De pensar bem, de me preparar para o derradeiro encontro. Dizem que vai valer a pena a espera, mas eu só me sinto a desesperar.

Sinceramente, o exame de matemática está a dar cabo de mim.

Sem comentários: