16/06/14

com esta é que eu não contava

Passei-lhe aquela que eu achei que seria a rasteira final que, apesar de ir contra mim, julguei que o tiraria do caminho na hora porque se meteria a fugir a sete pés ao perceber que tinha cometido um erro enorme. Ao contrário do que pensei, não só reagiu bem como foi estupidamente querido. Desarmou-me completamente. Bem feita para mim, que ando sempre armada em cabra e afinal o rapaz não é bem o que eu pensei.

Sem comentários: