19/06/14

não sei se é da hora

Fico sempre estupidamente feliz quando sei que talvez o vá ver, nem que seja só durante cinco minutos - mas depois fico sempre estupidamente frustrada quando me lembro de que para ele tanto faz. Mas eu não podia ter nascido normal, não? Não podia ser mais fácil? Ou mais possível.

Sem comentários: