09/06/14

é mais ou menos assim que os esfaqueio

Algo que eu sempre admirei nos gajos foi a capacidade deles de fazerem o diagnóstico a qualquer rapariga. 

Dói a barriga? 
É do período. ´

Dói a cabeça?
É do período. 

Dói o pé? 
É do período. 

Na cabeça dos reais machos, gaja nenhuma pode ter qualquer sintoma que não esteja diretamente relacionado com aquela espécie de mar vermelho que se instala algures em sítios onde, supostamente, o sol não brilha. Supostamente, repito. Mas tudo bem - enquanto eles viverem convencidos de que estamos permanentemente a jorrar sangue pelas partes baixas, eu posso continuar a justificar os meus constantes acessos de mau feitio com a tpm. E esta é uma boa altura para nem chegarem perto.

Sem comentários: