24/12/14

o bom também se aponta aqui

Estou tão habituada a rosnar à gente mal fodida que, infelizmente, faz parte do meu dia a dia, que acho sempre estranhíssimo quando alguém me surpreende pela positiva e fico de pé atrás - mas hoje, enquanto estava na fila de espera para que me embrulhassem os presentes, uma rapariga desconhecida ofereceu-se para pedir para embrulharem os meus juntamente com os dela, de forma a poder sair dali mais depressa. Okay, acabou por não ser preciso - entretanto, chegou a minha vez e ela ainda lá estava, não fazia sentido fazê-la esperar para que me embrulhassem tudo - mas geez, é raro, tão mas tão raro, encontrar gente simpática que juro que isto me deixou um bocadinho mais feliz.

Sem comentários: