02/12/14

oh deus

Uma das lições mais importantes da minha vida mas que eu teimo em não aprender é a de que tudo, rigorosamente tudo, tem como piorar. Ora, a juntar à minha má disposição provocada pela vontade de bater insistentemente com a cabeça na parede e depois atirar-me ao mar enquanto espeto um objeto pontiagudo na carótida, juntou-se um vírus qualquer. Boa. Muito boa.

Sem comentários: