23/04/13

isto não se faz

Chega-se uma das minhas monstrinhas ao pé de mim, como sempre, a pedir beijinhos de dois em dois minutos. Ora, eu dou-lhe um. Dou-lhe dois. Depois fico farta, porque esta coisa dos abraços e dos beijinhos não é para qualquer um a qualquer hora.

Armo-me em má e digo-lhe que não dou, com o máximo de autoridade que a minha vozinha irritante permite. Acrescento que não a conheço, só para não parecer que não quero de facto dar-lhe um beijinho.

E então, dona monstrinha, no pico dos seus 4 anos, mete os óculos de sol e apresenta-se. Olá, eu sou a andreia. Enchi-a de beijinhos.

3 comentários:

marisa maria disse...

Eles conseguem sempre dar a volta não é? Tenho uma em casa com 3 anos e faz de mim o que quer :)

patrícia disse...

Tenho outra com 3 anos ainda pior do que esta! xD mas vive longe :|

somaijum disse...

Tens de arranjar uma mesmo tua. lool
Pela idade da tua avó, deve ter sido mãe muito nova e a tua mãe também não deve ter sido muito tarde, para já ter uma gaja do teu tamanho.
Como quem sai aos seus não degenera, por muito que digas que não, pra tia não deves ficar. lool

Olha, sabes que se achares isto demais, não publiques.
Não tenhas problemas comigo. Tu é que sabes o que podes publicar. :)