30/04/13

mantenham-se longe

Há um código; eu tenho uma roupa que só visto nos dias em que não me apetece vestir o que significa que acordei de mau humor e, consequentemente, uma bomba relógio. Ora, assim que me deu na cabeça de vestir essa roupa hoje, devia ter voltado imediatamente para a cama porque as coisas não costumam correr bem. Para contrariar a tendência, até fui buscar uma sweat ao fundo do armário, só para não levar a dita cuja sinalizadora de que estou perigosa.

E então, tive de ir fazer exames. Como qualquer velha, fui para a porta do centro de saúde quase uma hora antes de ele abrir, porque pronto, uma pessoa tem mais que fazer e é muito bom estar ao frio. Ok. Na hora de tirar a senha, atrofio-me toda, passam-me à frente. Passei de 5ª para 3788427209ª, não sei, pelo menos pareceu. Mas isso nem era o pior, eu até podia estar calminha, não fosse a puta da velha que não se calou um minuto, e que insistia que a minha senha era o 46 enquanto eu lhe mostrava que era o 49. E que eu tinha de aprender a desenrascar-me. E que me estavam a passar à frente. E FODA-SE, NINGUÉM LHE PERGUNTOU NADA! E depois a mulher esteve mais de 10 minutos para me inscrever, lenta que eu sei lá. E depois ia caindo no meio da estrada. E depois podia continuar, mas começo a estar farta de dizer e depois e depois, e de falar do meu dia maravilhoso, está a deixar-me irritada outra vez. As pessoas cansam-me, mas as pessoas que falam deixam-me desesperada. 

1 comentário:

aF.P. disse...

Hahahah!! Também já tive dias em que tudo corre mal! Dão boas histórias, deixa lá! :b Beijinhos