08/10/13

visões do inferno

Há um casal que costuma ir no mesmo autocarro que eu todos os dias. São os dois um bocado estranhos ao ponto de eu ter julgado que eram atrasados mentais da primeira vez que os vi. Acho que não, acho que são só parvos mesmo.
Ela tem barba, e ele sentou-e ao meu lado de manhã. Como se já não bastasse ter ido, literalmente, a coçá-los quase todo o caminho, ainda tive o prazer de lhe observar o cagatório quando a criatura estava a sair. Começar o dia com uma vista priveligiada para um cu mais peludo do que a minha cabeça não é, de todo, bom sinal.

2 comentários:

the reader disse...

Beeemmm, por falar em cus: a última vez que fui ao Dolce Vita, estava uma gaja numa sapataria, de cócoras a meter sapatos nas caixas, que tinha um rego do cu que parecia a avenida dos Aliados. ahahah

P.S. Eu podia ter dito avenida da Liberdade, que conheço melhor, mas quando fui ao Porto e vi o "tamanhinho" daquela bosta de avenida, onde o FCP costuma comemorar com pompa e circunstâcia, lembrei-me que comparar àquilo a uma avenida, é como comparar a feira de Castro com o olho do cu. ahahah

Briana disse...

ahah aquilo da comichão estava custoso.. ve la se não se pega pelo ar :P