17/02/15

quase me esquecia

Um conselho básico para não terem toda a gente à vossa volta a olhar para vocês como se fossem completamente loucos é nunca, por nunca ser, terem a infeliz ideia de ir tomar o pequeno almoço ao pingo doce, quase às nove da manhã, depois de uma longa noite de farra. Muito menos quando a única mesa disponível é pegada à de duas velhas.

Acreditem - por mais que vocês tentem fingir que estão só ensonados porque acordaram cedinho a um domingo de manhã para irem à missa, elas vão reparar na maquilhagem que vos faz parecer o resultado do cruzamento de um panda com a belle dominique, no vosso cabelo encrespado vítima dos balanços bruscos de uma dança frenética ao ritmo da música e de todo o tipo de bebidas que lhe acertam em cheio. E, sobretudo, elas vão reparar nesse cheiro nojento de quem não toma banho há três semanas, que é basicamente ao que cheiram as discotecas.

Não adianta fazer de conta que estão só cansadas e que a vossa dificuldade em levar o galão para a mesa nada tem a ver com frio ou parkinson. Toda a gente vai perceber que vocês ainda não tiveram tempo de curar a sarda porque ainda nem dormiram. 

Sem comentários: