29/05/14

amor e uma cabana, pois

De um lado estou eu, que acho que o gajo ainda havia de me pagar muito bem para que eu lhe deixasse meter-me uma anilha no dedo, e mais ainda para que eu me decidisse a ter um monstrinho de berço antes de fazer tudo o que quero fazer longe do cheiro a leite azedo. Do outro, está a gaja que fez ontem 18 anos e hoje publicou uma foto onde se vê a filha ao fundo e, em primeiro plano, a manápula dela e a do namorado com um anelinho em cada uma a anunciar que estão finalmente, repito, FINALMENTE, noivos. Então, tá.

Sem comentários: