27/05/14

ou chispe, também posso ser chispe!

Por mais vezes que eu diga que até já lido mais ou menos bem com o facto de o meu anonimato ter ido com o caralho, tenho de confessar que é sempre esquisito que eu sei lá descobrir que gente com quem me cruzo diariamente me vai lendo - especialmente quando desconfio que alguns desses leitores extra fazem parte daquele grupo que olha para mim com ar de quem me arrancava os rins a sangue frio se pudesse.

Por isso, caríssimas alforrecas, este post é uma espécie de despedida sem data marcada - se eu desaparecer da blogosfera, provavelmente fizeram de mim um belo fiabre da perna extra, e podem encontrar-me fatiada num intermarché perto de vocês. Anyway, foi muito bom escrever-vos!

Sem comentários: