29/08/14

nada acontece por acaso

Há anos que queria ler este livro - mas não mais do que queria ler qualquer um dos outros dois mas, por qualquer motivo, peguei no para a minha irmã em primeiro lugar.

Já vi o filme umas seis vezes e juro que chorei baba e ranho em todas elas - mas nada se assemelha ao momento em que conheci a julia, uma personagem que não aparece no filme e que parece ser o meu reflexo, e percebo que a história dela com o campbell podia, pelo menos parcialmente, ser escrita sobre mim e o rapaz. Não chorei quando me apercebi disto mas engoli em seco - porquê agora? Há um mês atrás, esta história não me faria metade do sentido. Agora parece ter sido talhada para mim.

Como é que, depois de anos a querer ler o livro, o fui ler num momento da minha vida em que parece que a jodi picoult tinha escrito sobre a minha vida? Epá.

Sem comentários: