28/08/14

são duas da manhã

Estamos à beira de mais uma discussão provocada por mim - maldita mania de não confiar. Maldito orgulho. Maldito mau feitio.

Nestes momentos, respiro fundo e digo algo parecido com hey, eu gosto muito de ti. De vez em quando, peço desculpa, mas nem é sempre porque estou cansada e sei que voltamos sempre ao mesmo. Andamos em círculos mas eu não consigo sair - viciei-me nele de tal forma que me parece preferível andar às voltas em vez de parar. E então voltamos ao i can't fight you anymore, it's you i'm fighting for. Posso dizer mil vezes que vou desistir mas sei que nunca conseguiria. Nem que quisesse.

Sem comentários: