19/12/13

é isso mesmo.

Passo a vida a bater com a cabeça nas paredes, mas não desisto. E porquê? Porque antes uma desilusão do que uma ilusão eterna. E, como me disseram no outro dia, se fizeres alguma coisa, provavelmente até te vais desiludir, mas acabas por esquecer... agora, se deixares isto assim, vais ficar sempre a perguntar-te porque raio nunca fizeste nada.

E isso é que eu não admito.

Sem comentários: