29/12/13

leis de murphy aplicadas ao desastre em pessoa

Passam a vida a chatear-me por causa do meu péssimismo, da minha tendência para achar que tudo o que pode correr mal, vai correr ainda pior do que o esperado. Agora, é verdade que isto às vezes me fode ainda mais o juízo porque eu passo a vida a imaginar desastres e cataclismos e depois acaba por correr tudo bem - mas isso é às vezes. E desculpem-me a cobardia, mas sabe-me mesmo bem estar à espera do pior e ser surpreendida.

Outras vezes, deixo-me levar na onda do porque não? Iludo-me e quase sou feliz às escondidas do meu lado mais racional. Acredito que vai correr bem, que pode correr bem. E eu andava mesmo mesmo contente. Claro que a isso se segue uma desilusão tremenda, que tem vindo a piorar a cada dia que passa e que deixa tudo ainda mais caótico do que antes. Mas tudo bem, tudo bem. Um dia ainda aprendo.

Sem comentários: