30/04/14

threeyearslater

Acho engraçada aquela cambada de moralistas que adora usar frases feitas por contemporâneos dos dinossauros, uns a dizer que desistir é sinónimo de perder, outros a defenderem que é preciso saber quando parar de insistir. Ninguém se entende, para variar, nem se apercebem de que há mesmo otários que adoram reger a vidinha por essas frases ditas por alguém que, com um bocado de sorte, bateu a bota com uma overdose. 

É preciso decidir, custe o que custar. É preciso ponderar e, sim, usar os tais vinte segundos de coragem louca e fazer o que quer que se queira fazer, ou então arrumar o assunto de uma vez e seguir em frente. Qualquer uma das hipóteses é válida - e qualquer uma terá consequências. Errado é ficar eternamente nesse impasse, no limiar entre o insistir e o desistir, sem saber muito bem para onde é que se hão de virar. Os típicos nem fode, nem sai de cima, por assim dizer. Isso é coisa para me enervar um bocado.

Sem comentários: