02/12/13

vida madrasta

É um bocado triste que no outro dia uma amiga minha me tenha perguntado se eu cantava bem, porque tinha uma voz super fininha e, segundo ela, é boa para cantar. Ok, não é isto que é triste. O que é triste é que eu canto tão, mas tão bem, que faço o barulho do aspirador parecer agradável.


Já que ia ter voz de pita, ao menos não podia ser bonitinha e melodiosa? Tinha mesmo de ser irritante?
Faleçam.

Sem comentários: