30/03/14

as janelas da minha alma

Como decidi desfazer-me do outro blog de vez, tive de trazer para aqui este post porque quero mesmo continuar a participar na Click Click. So, isto é um repost, peço desculpa a quem já leu antes.



Esta foto foi tirada há cerca de um ano, pela patrícia, mais por brincadeira do que outra coisa, mas acabei por gostar do resultado. A verdade é que nunca gostei particularmente dos meus olhos, sempre achei que eram demasiado pequenos, demasiado sem graça - mas intrigam-me pra caralho. Já os tive pretos, já os tive castanhos bem escuros, mas desde há uns anos para cá que são uma mistura de castanho, verde e cinzento, dependendo do meu humor, do que tenho vestido, da quantidade de luz, do estado do tempo, e mudam de cor em segundos, quase sempre que tenho alguma emoção forte.

Normalmente, ficam mais claros quando eu estou feliz. Não faço ideia se o dia em que a foto foi tirada estava ou não a ser um bom dia, não lhe encontro quaisquer indícios de felicidade, mas posso usá-la como prova de que o meu talento para aplicar rímel é tanto quanto para cantar ópera.

Sem comentários: