22/03/14

confesso

Estou há muito mais tempo do que gostaria de admitir a ler os comentários deste post. E, julguem-me por isso, eu até acredito que muito disto seja verdade - o que acho reconfortante, de certa forma. A prova de que há mais do que este mundo que crescemos a acreditar ser o único.

Sem comentários: