02/03/15

coerência

Sou pouco dada às marcas - são-me um tanto ou quanto indiferentes e nunca fui das massas. Menos com a minha eastpak que sempre me deixou capaz de jurar que não tem fundo; é mala de guerra, aguentou livros, cadernos durante anos e anos. E, quando chega o verão, leva tudo e mais alguma coisa para a praia, só não lhe enfio um chapéu de praia e um corta vento porque não calho. Por alturas do sunset, sabe deus o que é que lá andou dentro porque, a dada altura, toda a gente tinha alguma coisa para atirar lá para dentro; desde água (parece impossível mas eu descobri uma maneira de entrar com água), carteiras, roupa, chinelos, and so on. 

Nisto tudo, o que é que não me cabe lá dentro é um dossier. Okay.

Sem comentários: