22/03/15

guilty pleasures

Eu não tenho um número embaraçoso de sapatos ou de malas; nada disso. O que eu tenho é uma quantidade de que não me orgulho de livros velhos. Sim, livros velhos - se me querem ver a ter orgasmos cerebrais múltiplos é só levarem-me àquelas feiras de antiguidades cheias de livros amarelados e com as páginas a ameaçar soltarem-se, com aquele cheiro a velho inconfundível. É verem-me a ralhar com os vendedores porque ninguém, no seu perfeito juízo, vende preciosidades destas a preços tão baixos.

Tenho um bocado de tudo - desde josé régio, aquele eterno amor desde que li o cântico negro, até camilo castelo branco. Português, inglês, francês; tudo me serve e é sempre amor.

Sem comentários: