03/12/13

problemas de ser eu

Andei a hesitar durante semanas - não sabia se ia, se ficava. Tinha medo, digamos assim, porque qualquer uma das hipóteses tinha consequências com que talvez não conseguisse lidar.

Claro que a minha indecisão acabou quando soube que é bastante improvável que me deixem ir; então é óbvio que eu vou fazer tudo e mais alguma coisa para contrariar isso porque, agora mais do que nunca, eu sei que não posso e não quero ficar. Haja quem me entenda.

Sem comentários: