27/10/14

preciso de vocês outra vez!

Quero deixar bem claro em adiantado que nenhum destes pedidos de ajuda surtirá em mim a vontade de vos oferecer uma cestinha de shampôs e sabonetes da avon em jeito de agradecimento - mas eu preciso dos conselhos de todas vocês, amáveis criaturas, que têm um lado assim a tender para o freak. E porquê? 

Bom, foi tudo obra do diabo. Estava só a pagar um verniz na carlos santos quando olhei para cima e vi caixas da crazy colors. Conseguem imaginar os orgasmos cerebrais múltiplos, não é? Não caí em tentação e voltei de lá sem nada, sob pena de deixar dona mommy à beira de um esgotamento, nem cheguei a perguntar nada à empregada. Mas deixei alguém encarregue de o fazer.

Os acontecimentos que se seguiram foram tão trágicos que até sinto uma pontada ao escrever - há todas as cores que eu gosto; lilás, rosa, vermelho, azul, roxo, tudo a menos de 5€ (mamma miaaaa, how can i resist youuuu?), mas a tinta vem sem oxidante.

Ora, como se isto já não fosse doloroso que chegue para mim, disse a uma amiga minha que também queria pintar o cabelo com uma cor assim - e ela incumbiu-me de o fazer. O drama é este: eu tenho poucos amigos e estou à beira de perder mais uma porque, é certo, eu pinto o cabelo há anos mas sempre fui adepta de assolapar o cu na cadeira e mandar pintar; não percebo um caralho de oxidantes e cenas que tais, e temo que este seja o fim da minha amizade com a criatura. 

Solicito, portanto, a vossa preciosa ajuda e boa vontade para me contarem tudo o que sabem sobre estas coisas ou, pelo menos, para me fazerem uma lista de maneiras fáceis  de dizer algo como a cena má é que pareces um piaçaba. a cena boa é que eu juro que nunca vi um piaçaba roxo com tanto estilo!

(e, já agora, tendo a mocinha o cabelo birge que nem o azeite e tendo em conta que é um bocado seco, não há necessidade de descolorar, pois não?)

Sem comentários: