19/01/15

deus é pai

Expliquei-lhe que o meu tempo de chamadas gratuitas era limitado, e que ao fim desses minutos teria de esperar. Expliquei-lhe isto um milhão de vezes, assim como lhe disse que, por essa mesma razão, teríamos de tentear o tempo que passávamos em chamada.

Ontem, recebi a mensagem de que só me restavam mais 200 minutos. Disse-lhe.

- olha, agora é que temos mesmo de parar com as chamadas porque já não tenho muito tempo e preciso desses minutos.
- ah, então eu ligo-te, espera.
- então mas tu não pagas?
- não...
- nunca me disseste nada!
- nunca perguntaste!



A minha mãe costuma dizer que eu mato os rapazinhos todos. Acho que se percebe porquê.

Sem comentários: