24/01/15

não entendo

Ainda não entendi muito bem a febre da violleta, mas tudo bem - não estou propriamente mortinha por me sentar e fazer uma maratona, devorar todos os episódios, só para depois estar à vontade para me sentar a dissecar a moça. Já sei o essencial - é uma espécie de telenovela que parece uma mistura de rebelde way e morangos com açúcar, com o histerismo típico da floribella. Hey, nada de errado nisso! Eu também já tive 10 anos.

O que me parece incompreesível é que os papás e as mamãs invistam 1000€ para levar as criancinhas ao concerto, porque elas merecem. E depois, o melhor de tudo, é que a criatura nem sequer canta em português, o que significa que os pintelhos não percebem um caralho do que ela diz e ficam só a sorrir e a acenar, de olhos postos no palco, porque é giro e porque a gaja está lá aos saltos. Mas isto, claro, é só a minha alma de pelintra a falar mais alto. 

Sem comentários: