21/01/15

pronto, ok

Devem existir poucas pessoas mais sovinas do que eu neste mundo - e, especialmente quando não estou a gastar o meu dinheiro, vou até ao fim do mundo para conseguir trazer o que for mais barato, nem que a diferença seja de um mísero cêntimo.

Como tal, durante uma excursão solitária às compras, lembrei-me de que não tinha ervilhas em casa e isso é um drama gravíssimo porque eu acredito que as ervilhas foram uma criação especial de deus para tornar o mundo num sítio mais apetecível.

Assim que cheguei à secção dos congelados, desisti da ideia das ervilhas - havia macedónia e, valham-me os santinhos protetores das criaturas esquisitas, eu adoro aquilo porque acho que a comida até sabe melhor quando tem muitas cores. Contudo, vi que havia uma embalagem muito mais barata do que todas as outras, e trouxe-a, sem pensar duas vezes.

Era jardineira.
Alguém me disse «a tua comida tem tão bom aspeto. Ninguém reparou que eu estava a comer arroz com batatas.

Sem comentários: