26/01/15

por hoje

Eu gostava de não chegar aos vinte anos mais encarquilhada do que a minha avó e com mais cabelos brancos do que a cruella, mas não tem sido tarefa fácil - como se já não me bastasse estar a passar por um dilema que parecem quatro, mais uma crise existêncial proveniente daqueles assuntos chatos que envolvem coração e merdas que tais, as minhas costas terem tirado o dia para me foderem o juízo enquanto que a minha mãe também parece ter feito o mesmo e, ainda por cima, estar a tentar acabar um trabalho de grupo grande que eu sei lá, em contra-relógio, estou com tpm. Na realidade, este último ponto justifica a irritação presente em todos os outros, mas eu preferi manter o suspence até ao fim.

Sem comentários: